Inicio / Análises / Análise Berserk 352 – Lobo vs Falcão

Análise Berserk 352 – Lobo vs Falcão

O capitulo começa com Schierke e farnese olhando para o que seria um fragmento do apocalipse, está um pouco diferente do que aconteceu realmente, mas a ideia principal é a mesma, temos uma espécie de sol negro e um “monte” onde estaria talvez o Griffith, passando pela transformação de Fento.  Shierke percebe a alteração na expressão do Lobo que represente o Guts e na pequena casca que esta com Farnese, que começa a tremer. Estão caminhando rumo ao centro, do “apocalipse”, quando se deparam com uma criatura que esta voando, aparentemente gigantesca, uma sombra sem olhos, meio distorcida, mas que de longe lembra um falcão, mas esse, um falcão negro, o oposto do que era chamado nosso querido Griffth antes de se tornar o Fento. A sombra passa voando em uma velocidade espantosa. Shierke pressupõem ser o guardião do ultimo fragmento, por se tratando do ultimo guardião este devera ser a criatura mais forte até então. O Lobo (Guts) fica claramente enfurecido. Logo a diante a criatura faz uma volta e retorna, é bem visível uma espécie de miasma atrás dela, como se ela distorce-se aquela dimensão de sonhos, algo bem estranho, realmente é uma criatura poderosa. Particularmente acho que o Miura quer expressar com isso, o poder de Griffth sobre as inúmeras realidades (mesmo essa sendo apenas um “sonho” de Casca). A criatura retorna numa velocidade espantosa, para cima do grupo, a Shierke, percebe que seus feitiços retornaram, e convoca um gollem, o Falcão agora mostra suas garras ferozes, com olhos que parecem mais a cavidade frontal de um elmo, onde Miura expressa toda a ferocidade do falcão.          Ele despedaça o gollem maior e os menores que estavam atrás facilmente, mostrando um poder incrível, até então os Gollens e algumas simples magias, foram o suficiente para traze-los até aqui, porém agora estão em apuros. Farnese percebe agora o miasma que sai da criatura, que está não somente sendo emanado mas está tomando uma forma. Vai tomando a forma de dezenas de apóstolos, que estavam presentes no momento do Apocalipse, (um foco para esse traço incrível, expressando realmente o terror e o medo que estas criaturas representam, o Miura com certeza sabe como expressar o sentimento em seus desenhos). A Shierke, comenta que essa deve ser a causa da fragmentação da alma de casca, pois é encarnação do próprio medo em si. Os monstros surgidos do “miasma” vem para cima deles, mas a bruxinha invoca todos os seus feitiços, e eles conseguem segura-los aparentemente, a situação é de desespero, mas estão determinados a terminar sua missão.          Novamente o falcão retorna, agora num ataque por trás, derrubando alguns pequenos gollens com suas garras, em seguida ele agarra o caixão, com os fragmentos da alma de casca, levando o lobo e o caixão para o alto, e deixando um vento forte, com o bater de suas enormes asas, ao ganhar altitude, ele solta Guts e o caixão, a queda daquela altura é fatal, mas rapidamente Farnese , tira “serpico” de sua bolsa? ou o que seria a representação dele ali naquele universo o “manto”, que como o vento literalmente, consegue pegar Guts em pleno ar, mas o falcão esta retornando para outra investida, com suas garras afiadas, ferindo violentamente as costas do lobo e fazendo grandes arranhões no caixão de casca, o lobo cai nos espinhos, muito machucado e urrando de dor. O grupo está distantes e não conseguem intervir, para com o lobo, mas de repende, uma sombra escura, sai da bolsa de Farnese, em uma grande velocidade driblando  habilmente todos os obstáculos e monstros em seu caminho, essa sombra tem a expressão do que seria um lobo, meio distorcida.                                                                                                             Ela chega por trás e literalmente engole o lobo, a sombra negra se veste no lobo.         Então aparece o Lobo com o que seria a armadura Berserker, e o Lobo, agora expressa uma fúria, assim como guts quando usa armadura e frase final. ”Sua forma pode mudar mas a essência permanece enquanto loucura e terror colidem”.Esse capitulo, foi surpreendente, eu imagina que teria o apocalipse no fim, mas assim como o resto achei que seria mais uma lembrança, mas está muito mais interactivo em si com o que esta acontecendo, ao que parece teremos um embate entre o Fento e o Guts berserker mode, claro que só uma representação no mundo dos sonhos, mas já da para sentir o gostinho. Foi uma reviravolta na história, nunca imaginaria que estive-se todo esse desfecho, um ótimo capitulo, uma belissima arte, os desenhos são incríveis, Miura não deixa nada a desejar tanto o seu incrível traço quando o foco que é mostrar os sentimento, expressando a dor e o terror dos personagens, é perceptível a raiva que o Lobo sente ao ver o falcão o olhar, a expressão de fúria nos traços, realmente esse capitulo foi incrivel, e marcou o retorno do mangá com grande estilo, parabéns Miura.

 

 

Sobre Grimmjow

Nothing is true everything is permitted, we work in the dark to serve the light.

Confira Também

Análise Berserk 353 – O Fragmento Final

A batalha feroz entre o Lobo e o Falcão tem seu inicio e nesse meio …